Bolsonaro golpeia SINDICATOS

Na véspera do CARNAVAL, enquanto muita gente viajava e muitos já pulavam carnaval o presidenta e sua equipe publicam Medida Provisória que garante que somente quem realmente deseja vai pagar contribuições sindicais. O desconto agora somente poderá ser feito com autorização expressa dos trabalhadores. Até então existia a “presunção de desejo” e assim todos eram descontados a não ser que se manifestassem contra a contribuição.

Abaixo a nota publicada na Revista Sociedade Militar

A contribuição dos empregados que autorizarem, prévia e expressamente, o recolhimento da contribuição sindical será feita exclusivamente por meio de boleto bancário ou equivalente eletrônico”

Enquanto muita gente se preparava para viajar, muitos já pulavam carnaval e os vereadores de Niterói-RJ aprovavam por unanimidade um aumento de 50% para eles mesmos, Jair Bolsonaro estava entrincheirado, aguardando o momento de dispara um tiro certeiro em momento estratégico.

Ninguém vai dizer que a ação de BOLSONARO é impopular, a Medida Provisória de número 873, de primeiro de março de 2019, estabelece uma coisa que deveria ser normal, simples aos olhos de todos os brasileiros. Determina que a contribuição sindical não poderá mais ser compulsória, que deve ser expressamente autorizada por todos os trabalhadores.

Em algumas semanas começa a briga no parlamento. Resta saber se BOLSONARO e apoiadores terão capital político para segurar essa MP de pé, transformando-a em regra permanente.

“… requerimento de pagamento da contribuição sindical está condicionado à autorização prévia e voluntária do empregado que participar de determinada categoria econômica ou profissional ou de profissão liberal, em favor do sindicato representativo da mesma categoria ou profissão ou, na inexistência do sindicato, em conformidade o disposto no art. 591. 1º  A autorização prévia do empregado a que se refere o caput deve ser individual, expressa e por escrito, não admitidas a autorização tácita ou a substituição dos requisitos estabelecidos neste artigo para a cobrança por requerimento de oposição…”

Depois do carnaval começa a chiadeira, por enquanto o pessoal está se divertindo ou quebrando coisas  por aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *